13

mar

cachorro-aviador-wallpaper

Gol libera pets junto com tutores em voos nacionais

Há uns dois meses, noticiamos aqui a medida argentina liberando animais acompanhados dos seus tutores em voos domésticos.  Muita gente comentou que estava torcendo para as companhias aéreas do Brasil também adotassem a ideia. Por aqui isso começou a ser implantado, só que pelo transporte público da capital paulista, mas agora a Gol também decidiu ouvir o “clamor popular” e passou a permitir que os amiguinhos “pet” acompanhem seus tutores na cabine das aeronaves em voos da companhia dentro do país.

Sem dúvida é uma notícia muito boa pra quem quer fazer aquele passeio, mas não gosta da ideia de ter que deixar o seu parceiro em casa. Para que isso seja possível, a pessoa terá que desembolsar um valor a mais para esse transporte. Por trecho é cobrado R$ 150 pela “viagem” do bichinho.  Isso quer dizer que, se você carregá-lo na ida e na volta,  terá que pagar R$ 300 à companhia. Além dessa, outras regras também foram estabelecidas pela Gol para o transporte animal na cabine. Anote e aproveite!

– Só podem voar animais domésticos com no mínimo 4 meses de idade;

– Os animais devem caber em uma caixa de transporte própria com 22cm de altura x 43cm de profundidade x 32cm de largura, ter nome, endereço e telefone do cliente, código da reserva (localizador), além de ser resistente a vazamentos;

– O animal deverá estar limpo, saudável e sem odor desagradável.

– Junto com a caixa de transporte, o pet deve pesar até 10kg, acima deste peso não poderá ser transportado na cabine de passageiros;

– Apenas cães e gatos são permitidos – quaisquer outros animais de pequeno porte não podem embarcar;

– A solicitação do serviço deve ser feita com no mínimo 3h de antecedência.

– Só é permitido um bichinho por passageiro e um por fileira de assentos, com no máximo quatro por voo;

– Os animais de pequeno porte devem ficar abaixo dos assentos da frente, preferencialmente nos assentos da janela, para manter distância entre dois animais no mesmo voo;

– O check-in deve ser feito até 2h antes do embarque;

– Na hora do check-in, o dono deve apresentar os seguintes documentos:

. Comprovante de vacina contra a Raiva, aplicada há mais de 30 dias e menos de um ano da data do embarque;

. Atestado de Saúde do animal: deve ter validade de 10 dias e ser emitido com 72h de antecedência (Clientes com destino a Fernando de Noronha devem solicitar autorização prévia à Administração do Arquipélago de Fernando de Noronha – DECRETO DISTRITAL Nº 019/2004).

– Para embarcar será necessário o preenchimento de um formulário disponível no balcão de atendimento do aeroporto.

Fonte: Gol

 

 

 

 

 

Comentários
TAGS