09

jun

cinco passos para eliminar o mau hálito do seu cachorro

O perigo por trás do mau hálito canino

A grande maioria dos papais e mamães pets já tiveram alguma experiência com o mau hálito canino. Aquele velho e famoso “bafo de cachorro” é nomeado pelos veterinários como halitose e se enquadra como uma doença periodontal. Nest post vamos te ajudar a identificar as causas e possíveis maneiras de tratamento.

O que é uma doença periodontal?

A doença periodontal é característica de um conjunto de condições inflamatórias, de caráter crônico e de origem bacteriana. Ela se inicia afetando o tecido gengival e se não for identificada e tratada a tempo pode levar até mesmo à perda dos dentes.

Em casos mais graves, a doença periodontal pode comprometer também os tecidos de sustentação (cemento, ligamento e osso). Se agravado dessa maneira, a remoção da arcada dentária é a menor das consequências, pois os microrganismos da bactéria podem afetar órgãos vitais como o coração, fígado e rins.

Fique atento, pois o mau hálito canino nem sempre é ocasionado por algum alimento. Se você notar que o bafo é frequente, isso é um sinal que seu pet pode estar com problemas na gengiva ou dentes, ou seja, uma doença periodontal.

Como identificar uma doença periodontal?

Elas começam a surgir após o segundo ano de vida do pet, e os cachorros estão mais sujeitos que os gatos. Alguns sinais podem ser identificados no inicio da doença, proporcionando um tratamento mais eficaz e com menos sofrimento para o seu pet. Confira alguns sinais que seu dog pode apresentar:

  • - Perda do apetite;
  • - Dificuldade para comer e engolir alimentos;
  • - Mudança no humor (cães com doenças periodontais tendem a ficar depressivos);
  • - Caso a infecção esteja em nível avançado, o seu cão pode apresentar sinais de febre.
  • - Área avermelhada nas gengivas (semelhante a sangue coagulado);
  • - Pequenos pontos sangrando na gengiva e logo acima dos dentes;
  • - Formação de tártaros (sujeiras que ficam acumuladas entre os dentes e a gengiva do pet, com o tempo se tornam bactérias formando o tártaro), possuem aspecto amarelado, marrom e cinza quando em estágio avançado;
  • - Mau hálito.

Como prevenir doenças periodontais? 

Algumas dicas são fundamentais para prevenir doenças periodontais. É importante enfatizar que essas dicas não possuem efeito de tratamento, elas devem ser seguidas para evitar  que a doença surja.

Se você identificou sinais de que a doença já está instalada, procure o quanto antes um veterinário para examinar o seu dog. Doenças periodontais necessitam de conhecimento técnico e equipamentos específicos para tratamento.

Vamos às dicas? 

  • - Acostume desde filhote o hábito da escovação dos dentes;
  • - Escove os dentes do seu pet diariamente;
  • - Utilize produtos específicos para cachorros, em pet shops você encontra escova e cremes dentais desenvolvidos especialmente para eles; 
  • - Existem cremes dentais para cachorros em diversos sabores (carne, frango, peixe), identifique qual ele prefere, isso irá ajuda-lo na adaptação;
  • - Se o seu pet já estiver na fase adulta e ainda não está habituado a escovação, nunca é tarde para começar. Na primeira semana só passe o creme dental na boca do pet, na segunda semana faça pequenas escovações, a partir da terceira semana enfatize mais os movimentos dentro da boca do pet;
  • - Faça uma visita ao veterinário pelo menos 1 vez no ano para limpeza dos dentes do seu pet. 

Ficou com alguma dúvida ou sabe de alguma informação além das mencionadas? Você já passou por alguma situação parecida com seu pet? Então vem para os comentários e conta pra gente!

TAGS
Comentários
TAGS