27

jan

Cão-com-queimadura-solar

Cão com queimadura solar

Passear com o seu pet em dias ensolarados é bom né? Mas, sabia que o calor pode ocasionar queimaduras no seu amigo?

Se seu cachorro gosta de tomar sol, você precisa se assegurar de que ele não fique deitado exposto em excesso. Algumas áreas mais finas da pele, como as pontas das orelhas, patas, barriga ou a extremidade do focinho, são locais sensíveis e fáceis de queimar. O resultado de ficar muito tempo no sol ou caminhar em chão muito quente é uma pele dolorida, com queimaduras e um alto risco de câncer de pele canina. 

O que fazer?

Proteja seu cão, limitando o tempo que ele fica exposto ao sol, mantenha ele sempre hidratado e com uma sombra fresca para descansar.

Evite sair nos horários de calor mais intenso, leve-o para passear e brincar ao ar livre no período da manhã até as 10h ou após as 17h da tarde, com cuidado para ele não queimar a pata no asfalto quente.

Se o cãozinho tem uma pele muito clara e sensível, aplique protetor solar próprio para cães, disponível em lojas de animais.

Para reduzir a dor de queimaduras solares, umedeça a área afetada com um frasco d’água ou compressas frias. Umedeça uma toalha pequena com água fria, coloque sobre a área afetada e molhe a toalha quando começar a ficar morna.

Caso você perceba que seu cão está febril devido as temperaturas elevadas, leve imediatamente ao veterinário, para ter o melhor tratamento.

Você já teve algum cãozinho com queimadura de sol? Conte nos comentários como foi o tratamento para melhorar.

Fonte: Fareja Pet, Petlove, How Stuff Works, Revista da Folha.

Comentários
TAGS